Projetos

Apreciação Terminativa: Oito proposta aprovadas pelas comissões

Lombadas eletrônicas espalhadas pelas ruas de Porto Alegre.
Três projetos de lei denominam ruas da cidade e uma estrada (Foto arquivo CMPA)(Foto: Leonardo Contursi/CMPA)

Os vereadores da Câmara Municipal de Porto Alegre aprovaram oito projetos de lei nas comissões permanentes da Casa por meio do processo de Apreciação Terminativa. Conforme resolução da Casa, essas propostas não tem necessidade de votação em plenário.

RUA I: De Lourdes Sprenger (MDB), denomina Rua José Paulo Lopes da Costa logradouro público conhecido como Rua F – Estrada Francisca de Oliveira Vieira –, localizado no Bairro Lageado. De acordo com a proposta, as placas denominativas conterão, abaixo do nome do logradouro, os seguintes dizeres: Líder comunitário. José Paulo Lopes da Costa nasceu em Porto Alegre, em 26 de julho de 1948 e faleceu em 21 de janeiro de 2011, trabalhando na Smov e DMLU.

ESTRADA: Do ex-vereador Dr. Thiago (DEM), denomina Estrada Amarolino Vilela o logradouro conhecido como Rua Dois – Estrada Otaviano José Pinto –, localizado no Bairro Lami. As placas denominativas conterão, abaixo do nome do logradouro, os seguintes dizeres: Líder comunitário. Amarolino Vilela Nasceu em São Lourenço do Sul, no Rio Grande do Sul, em 6 de novembro de 1957, falecendo no ano de 2007. Tinha o sonho de ver a instalação de energia elétrica na sua rua, o que veio a ocorrer somente após a sua morte.

INDICAÇÃO I: De Aldacir Oliboni (PT), solicita ao prefeito o resgate dos equipamentos adquiridos com recursos públicos no Hospital Parque Belém, que encerrou suas atividades de prestação de serviços ao Sistema Único de saúde (SUS). Para Oliboni, os equipamentos não estão tendo sua destinação fim, sendo incapazes de produzir o resultado esperado pelas políticas públicas de saúde.

RUA II: De João Carlos Nedel (PP), denomina Rua Nossa Senhora do Caravaggio o logradouro conhecido como Rua 3.785, localizado no Bairro Sarandi. Conforme a proposta aprovada, as placas denominativas conterão, abaixo do nome do logradouro, os seguintes dizeres: Homenagem à Paróquia Nossa Senhora do Caravaggio. Nossa Senhora do Caravaggio é um título dado à mãe de Jesus, a Virgem Maria, que, segundo a tradição católica, apareceu na localidade de Caravaggio, no norte da Itália, entre Milão e Veneza, no ano de 1432.

DIPLOMA: De Valter Nagelstein (MDB), concede o Diploma Honra ao Mérito ao comerciante Vilson José Bocca. O homenageado começou a trabalhar no Mercado Público aos 10 anos na Banca 14, em 1955, transferindo-se para a Banca 12 em 1957, daí para a Banca 11, em 1962, fixando-se na Banca 31, em 1968, atualmente conhecida como Banca do Holandês.

INDICAÇÃO II: De Mendes Ribeiro (MDB), solicita ao prefeito para que a rede pública de saúde municipal realize atendimento médico e ações de orientações e alertas de cuidados à saúde do homem, de forma descentralizada, visando atingir os homens das comunidades com maior índice de vulnerabilidade social. Segundo Mendes Ribeiro, mudar a cultura do público masculino em relação às doenças que os atingem é um grande desafio, uma vez que os homens não procuram fazer a prevenção e só vão aos postos de saúde quando a situação já está grave.

INDICAÇÃO III: De Mendes Ribeiro (MDB), solicita ao prefeito para que se inclua um canal específico direcionado com a Saúde do Homem na Plataforma de Telessaúde. O vereador crê que incluir os homens em área específica no atendimento no Telessaúde é um incentivo às políticas públicas voltadas a esta população, pois muitos homens não reconhecem a importância de questões associadas à saúde, deixando de buscar assistência médica, especialmente a preventiva.

INDICAÇÃO IV: De Mendes Ribeiro (MDB), solicita ao prefeito a criação, por meio de lei específica, do Conselho consultivo da Cinemateca Capitólio. Mendes Ribeiro acredita que a instituição do conselho será fundamental no auxílio da tomada de decisões e encaminhamentos relacionados à articulação e à potencialização das ações propostas pela Cinemateca Capitólio; na troca de saberes entre as instituições e entidades; na importância da aproximação das entidades e instituições relacionadas à memória cultural e ao cinema para a operação em prol da recuperação, preservação e difusão do acervo audiovisual e da produção cinematográfica gaúcha.

Texto: Matheus Lourenço (estagiário de Jornalismo)
Edição: helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)