Artes Visuais

Eduardo Textor expõe na Galeria Clébio Sória

O artista mostra trabalhos abstratos e figurativos sobre eucatex, em estilo que remete ao Neoexpressionismo

  • Exposição Dobras de Luz, de Eduardo Textor.
    As pinturas ficam até 17 de agosto no térreo da Câmara(Foto: Andielli Silveira/CMPA)
  • Exposição de pinturas de  Eduardo Textor.
    AmorET, uma das obras expostas(Foto: Divulgação)

A Galeria Clébio Sória, da Câmara Municipal de Porto Alegre, apresenta, até 17 de agosto, a exposição Dobras de Luz, de Eduardo Textor, que reúne 26 pinturas do artista porto-alegrense. São obras em técnica mista sobre eucatex, que mesclam pastel oleoso, crayon brilhante, grafite e tintas acrílica e guache. “A corrente artística com a qual melhor me identifico é a neoexpressionista, tanto figurativa quanto abstrata”, afirma Eduardo, que também estuda as garatujas e a gênese de desenhos infantis.

Eduardo Textor começou a se dedicar à pintura e ao desenho em 1993, aos 22 anos. Depois de pesquisar e experimentar diversas técnicas, seu interesse maior convergiu para o Expressionismo. Os primeiros desenhos fizeram parte do espaço cenográfico de Quando o Dia Surgir, filme em curta-metragem de Antônio Carlos Textor, seu pai. A primeira exposição individual ocorreu na Câmara de Porto Alegre, em 2004. Depois expôs na Casa de Cultura Mario Quintana, em 2005 e 2012. Também participou de coletivas na Pinacoteca Enio Pinalli, em Montenegro, e na Galeria Arte&Fato, na CCMQ e na Garagem de Arte, na Capital. 

O artista cursou disciplinas da Faculdade de Artes Dramáticas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) - onde foi aluno de Alziro Azevedo - e também aulas de desenho com Anete Abarno, no Atelier Livre de Porto Alegre. Eduardo conta que esses dois professores, em especial, o incentivaram muito a se dedicar às artes visuais. “Foi uma época de efervescência e criatividade”, relata.

Visitação

A exposição pode ser visitada das 8 às 18 horas, no térreo da Câmara Municipal de Porto Alegre (Avenida Loureiro da Silva, 255), com entrada gratuita. Apoio do gabinete do vereador Paulo Brum (PTB) e da Seção de Memorial do Legislativo da Capital: (51) 3220-4318 e e-mail edutextor@gmail.com

Texto: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)