- Atualizada em 14/07/2017 15:49

Parlamento Metropolitano elege nova Mesa Diretora

O vereador Mauro Pinheiro, da Capital, foi reeleito presidente do PM, que terá seis vices e três secretários.

  • Reunião para eleger a nova Mesa diretora do Parlamento Metropolitano de Porto Alegre.
    Vereadores dos municípios integrantes reuniram-se na Câmara de Porto Alegre.(Foto: Jaime Freitas/CMNH)
  • Reunião para eleger a nova Mesa diretora do Parlamento Metropolitano de Porto Alegre. Na foto, o vereador Mauro Pinheiro e o presidente da CMPA, Cassio Trogildo (ao microfone).
    Trogildo (d) e Pinheiro destacaram a importância das ações integradas (Foto: Candace Bauer/CMPA)

O Parlamento Metropolitano elegeu sua nova Mesa Diretora e os novos integrantes das suas Comissões Temáticas, em solenidade realizada na manhã desta sexta-feira (14/7) no Plenário Ana Terra, da Câmara Municipal de Porto Alegre. Criado em 2015 e reativado neste ano, com a participação de vereadores das regiões dos vales do Gravataí, do Rio dos Sinos, do Paranhana, do Caí e das regiões Carbonífera, dos Sapateiros e de Porto Alegre, o Parlamento tem como objetivo integrar ações e discussões de temas comuns aos 34 municípios da Região Metropolitana. 

O vereador Mauro Pinheiro (Rede), da Capital, foi reeleito à presidência do Parlamento Metropolitano (PM). Os vice-presidentes eleitos são os vereadores Marco Barbosa (PSB - Cachoeirinha), Telmo Vieira (PTB - Taquara), Maximiliano de Souza (PMDB - Campo Bom), Renato Feiten (PMDB - Arroio dos Ratos), Diego Martins (PMDB - Portão) e Fernanda Fernandes (PP - Esteio). Os novos secretários da Mesa do Parlamento Metropolitano são os vereadores secretários Patrícia Beck (PPS - Novo Hamburgo), Neiva Salete (PMDB - Nova Hartz) e Flávio Soares (PP - Glorinha).

Comissões Temáticas

Após a discussão sobre a constituição da Comissão do Desenvolvimento Econômico e Turismo Regional, quando foram defendidas ações para promoção do desenvolvimento sustentável e ambiental, foram escolhidos os presidentes e vices das Comissões Temáticas do PM: Desenvolvimento Urbano, Habitação e Infraestrutura; Transporte e Mobilidade Urbana; Saúde; Meio Ambiente; Educação, Ciência e Tecnologia, Cultura e Esporte; Segurança, Direitos Humanos e Cidadania; e Desenvolvimento Econômico, Regional e Turismo.

O vereador Matheus Ayres (PP), de Porto Alegre, foi eleito presidente da Comissão de Transporte e Mobilidade do PM, a qual terá a participação do vereador Mendes Ribeiro (PMDB), também da Capital, que participou ativamente das discussões sobre a composição das comissões e da eleição da nova Mesa Diretora do PM, junto aos vereadores que representaram as sete regiões e que compareceram à reunião desta manhã.

União de forças

O vereador Mauro Pinheiro, que propôs a criação do PM, destacou a importância desse trabalho, "não somente para os municípios, mas para o Estado como um todo". O vereador agradeceu o apoio do presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, vereador Cassio Trogildo (PTB), para a continuidade do PM na atual legislatura do Legislativo da Capital. Conforme Pinheiro, o PM deve incentivar a troca de experiências e a qualificação dos parlamentares e aprofundar a união de forças em benefício das lutas por desenvolvimento e conquistas fundamentais aos municípios ao redor. Ele citou como exemplo a construção da ponte de Charqueadas, que viabiliza a mobilidade e beneficia também as cidades vizinhas.

Cassio Trogildo elogiou o trabalho iniciado pelo colega Mauro Pinheiro, ressaltando que o Parlamento Metropolitano "pode colher muitos frutos" a partir das ações que visam à integração entre as  cidades, chamando a atenção aos temas da mobilidade urbana, da saúde, da revisão do Plano Diretor e, principalmente, para a questão da  segurança. O presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre observou que o planejamento e a administração de recursos, de forma conjugada, podem resultar em ações mais efetivas em benefício das cidades que integram a Região Metropolitana. 

Novo Regimento

Durante a reunião, Mauro Pinheiro também ressaltou mudanças feitas no Regimento Interno do Parlamento Metropolitano da Grande Porto Alegre. Ele lembrou que o PM é integrado por todos os vereadores das Câmaras Municipais participantes, ressaltando que cada parlamentar metropolitano terá direito a voz e voto. Além disso, o mandato desses parlamentares é de quatro anos, contados a partir da eleição, podendo ser reconduzido por igual período pelo respectivo Parlamento. A Mesa Diretora do PM tem o mandato de dois anos e é formada pelo presidente, por seis vice-presidentes e por três secretários.

Texto: Angélica Sperinde (reg. prof. 7862)
Edição: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)