- Atualizada em 20/05/2017 13:31

Parlamento Metropolitano retoma atividades e marca eleição de Mesa Diretora

Entidade, criada em 2015, reúne 34 municípios circunvizinhos a Capital

  • Presidente participa da Reunião do Parlamento Metropolitano de Porto Alegre.
    Mauro Pinheiro (e) explicou aos presentes o que já foi feito pelo PM(Foto: Henrique Ferreira Bregão)
  • Presidente participa da Reunião do Parlamento Metropolitano de Porto Alegre.
    Vereadores definiram cronograma de reuniões e data para eleição da nova Mesa Diretora(Foto: Henrique Ferreira Bregão)

O Parlamento Metropolitano (PM), criado em 2015 por inciativa do então presidente do Legislativo da Capital gaúcha, vereador Mauro Pinheiro (Rede), reuniu-se extraordinariamente na manhã desta sexta-feira (19/5) na Câmara Municipal de Porto Alegre. O objetivo do encontro, em razão da mudança de legislaturas devido às eleições do ano passado, foi o de apresentar aquilo que já foi realizado e iniciar o processo para a retomada dos trabalhos voltado à integrar ações e discussões de temas comuns aos 34 municípios da Região Metropolitana. 

Pinheiro, que coordenou a reunião, com a presença do presidente do Legislativo porto-alegrense, Cássio Trogildo (PTB), além dos vereadores  Matheus Aires (PP) e Cassiá Carpes (PP) e de representantes de câmaras de Alvorada, Arroio dos Ratos, Campo Bom, Esteio, Glorinha, Portão, Novo Hamburgo, Santo Antônio da Patrulha, Rolante e Taquara, lembrou que o PM já conta um regimento interno aprovado no primeiro ano de trabalho. Destacou ainda que existe uma Mesa Diretora, anualmente eleita pelo conjunto dos participantes. A ser formado por um presidente, seis vices-regionais e três secretários, o comando do Parlamento já tem data marcada para ser renovado: 14 de julho em Porto Alegre. 

O vereador porto-alegrense explicou que, para facilitar o trabalho e a mobilização, foi definida uma divisão do PM em sete regiões: Porto Alegre; Vale do Gravataí (Santo Antônio da Patrulha, Glorinha, Gravataí, Cachoeirinha, Alvorada e Viamão); Vale do Rio dos Sinos (Esteio, Nova Santa Rita, Sapucaia do Sul, São Leopoldo e Canoas); Vale do Caí (Capela de Santana, Montenegro, Portão e São Sebastião do Caí); Vale do Sapateiro (Novo Hamburgo, Sapiranga, Campo Bom, Nova Hartz, Dois Irmãos, Estância Velha, Ivoti e Araricá); Vale do Paranhana (Igrejinha, Parobé, Rolante e Taquara); e Região Carbonífera (Arroio dos Ratos, Charqueadas, Eldorado do Sul, Guaíba, São Jerônimo e Triunfo).

Mauro Pinheiro destacou ainda aos presentes que o trabalho é desenvolvido por comissões temáticas: Desenvolvimento Urbano, Habitação e Infraestrutura; Transporte e Mobilidade Urbana; Saúde; Meio Ambiente; Educação, Ciência e Tecnologia, Cultura e Esporte; Segurança, Direitos Humanos e Cidadania; e Desenvolvimento Econômico, Regional e Turismo.

ELEIÇÃO

Na reunião desta manhã foi aprovado um cronograma de reuniões regionais que servirão, segundo destacou Pinheiro, para mobilizar os vereadores para a eleição da nova Mesa Diretora. A primeira destas reuniões com as câmara do Vale do Gravataí, será no próximo dia 26 de maio, às 10 horas, na Câmara Municipal de Glorinha. Os demais encontros foram marcados para o Vale dos Sinos, 9 de junho, em Esteio; Vale dos Sapateiros, em 16 de junho, em Campo Bom; Vale do Paranhana, 30 de junho, em Taquara; e na Região Carbonífera, no dia 7 de julho. Apenas a reunião da região do Vale do Caí, que não contou com representante presente, ficou com data indefinida.

Também foram discutidas durante o encontro desta sexta-feira propostas para a criação de um grupo em rede social para facilitar a comunicação dos integrantes do Parlamento Metropolitano, além de ter sido cogitada a criação de uma página eletrônica. Da mesma forma, se avaliou a definição de temas prioritários para as regiões.

Em sua manifestação, o presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, Cássio Trogildo, destacou que a atual gestão está focada em apoiar a reinstalação do PM. Ele considerou de grande importância o trabalho de integração realizado e lembrou que são inúmeros os problemas comuns aos municípios da região, cujas soluções podem ser pensadas coletivamente. O vereador citou o tema da Segurança e ressaltou o trabalho iniciado em 2016 com a criação do Comitê Permanente de Segurança Metropolitano.

Texto: Milton Gerson (reg. prof. 6539)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)

Tópicos: Região Metropolitana, Parlamento Metropolitano