Institucional

Quintas-feiras de outubro continuarão com feira orgânica na Câmara

Inaugurada a feirinha de produtos orgânicos na CMPA
Feira será realizada nas quintas-feiras de outubro(Foto: Elson Sempé Pedroso/CMPA)

Após a primeira edição, em caráter experimental, da Feira Agroecológica de Produtos Orgânicos Tarciso Flecha Negra ter sido elogiada tanto pelo público interno da Câmara Municipal de Porto Alegre, quanto pelo externo, ela continuará neste mês de outubro. Deliberada pela Mesa Diretora, a partir de proposição do vereador Adeli Sell (PT), ficou estipulado que a feira será realizada em todas as quintas-feiras de outubro, sempre das 11 às 18 horas, no Largo das Bandeiras -   área externa do Palácio Aloísio Filho, sede do Legislativo da Capital.

Para as edições de outubro, estão credenciados a participarem seis expositores, dois quais um é produtor individual e cinco são associações: Alexandre de Souza Ferreira, Cooperativa Central dos Assentamentos do RS (Coceargs), Associação Mandala Ecológica, Associação dos Produtores da Rede Agroecológica Metropolitana (Rama), Associação dos Trabalhadores Rurais Sulcerrograndense (Astrarsul) e a Rede Ecovida de Agroecologia. Todos apresentaram certificação de produção orgânica, requisito para participação na feira.

Conforme o regramento estabelecido pela Câmara Municipal, aos expositores não haverá qualquer custo para participar da Feira Agroecológica. Contudo, eles serão responsáveis pelas próprias despesas, bem como pela estrutura para sua exposição, como barracas e estandes, além da manutenção e limpeza do local de exposições. Aqueles que deixarem de certificar a produção orgânica ou agroecológica durante a vigência do projeto piloto, bem como os que não comunicarem as ausências, com antecedência adequada, serão desligados do evento.

Feira Agroecológica de Produtos Orgânicos Vereador Tarciso Flecha Negra

Quando: Quintas-feiras de outubro, das 11h às 18h

Onde: Largo das Bandeiras, área externa do Palácio Aloísio Filho, sede da Câmara Municipal de Porto Alegre, na Avenida Loureiro da Silva, 255

Aberta ao público

Texto

Bruna Schlisting Machado (estagiária de Jornalismo)

Edição

Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)