Comissões

Cece visita Fábrica do Futuro no 4º Distrito

  • Visita à Fábrica do Futuro.
    Vereadores conheceram proposta instalada em antiga fábrica de enfeites de natal(Foto: Elson Sempé Pedroso/CMPA)
  • Visita à Fábrica do Futuro. Na foto, o diretor presidente da Fábrica do Futuro, Francisco Hauck (de costas), o diretor de operações, Rogério Beidacki e os vereadores Reginaldo Pujol, Alvoni Medina e Tarciso Flecha Negra.
    Hauck (e) explicou aos vereadores Medina, Pujol e Flecha Negra, acompanhados de Beidacki(Foto: Giulia Secco/CMPA)

A Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (Cece) da Câmara Municipal de Porto Alegre, conferiu, na tarde desta terça-feira (7/8), um projeto voltado para desenvolvimento de startups das áreas de sistemas audiovisual, tecnológico e cultural. Localizada no 4º Distrito da Capital, a Fábrica do Futuro é uma a iniciativa privada, que tem como objetivo atuar com uma linha sustentável de produção de ideias de pessoas. Durante a visitação, os vereadores verificaram as instalações e as demandas pretendidas pela iniciativa na cidade.

Para contextualizar a história do espaço, Francisco Hauck, diretor presente da Fábrica do Futuro, contou que antes o local era uma antiga fábrica de enfeites de natal. Fundada em 1942, a instalação se expandiu com o tempo e hoje se tornou um complexo de 3000m² de coworking. De acordo com ele, a principal proposta da Fábrica do Futuro é impactar a cultura da cidade, lugar em que acredita ser um bom investimento para o setor e para a educação de jovens.

“É onde estaremos fabricando um futuro melhor”, disse Hauck, na oportunidade. A empresa busca criar um ecossistema inclusivo e de economia criativa, em parcerias com grandes empresas do Estado, para desenvolver um fundo de investimento capaz de promover sistema de startups, explicou ainda ele.  Além do projeto Áudio Porto, estúdio de gravação de música, a Fábrica do Futuro dispõe de espaços multidisciplinares, para que pessoas possam trabalhar ideias nas áreas de tecnologia, arte e cultura, educação, games e sistemas audiovisuais, entre outros iniciativas.

Para Rogério Beidacki, diretor de operações do local, a presença dos parlamentares do município na Fábrica do Futuro é importante, na medida em que são representantes mais próximos da população porto-alegrense. Ele destacou também que o Áudio Porto foi considerado o melhor estúdio do Brasil. “É o coração do projeto”, afirmou.  

Ao ressaltar os objetivos da Fábrica do Futuro, Cesar Couto, CEO da empresa, apresentou algumas finalidades do projeto, como aumentar a visibilidade de Porto Alegre neste tipo de mercado, fomentar o nicho com capacidade de replicação global, a criação de startups e ações pró-sociais voltadas à comunidade. 

Vereadores

“Que chance dão ao sul do país de estar entrando no futuro”, salientou o vereador Tarciso Flecha Negra (PSD), presidente a Cece. Conforme ele, é importante criar projetos como esse no Brasil, já que o país enfrenta dificuldades.

O vereador Reginaldo Pujol (DEM), também elogiando o empreendimento na cidade. Para ele, trata-se de uma revolução conceitual em Porto Alegre. “Espero que os objetivos do projeto sejam alcançados”, afirmou o democrata.

“Só posso parabenizar”, disse o vereador Alvoni Medina (PRB), ao considerar que o projeto é importante para que as pessoas apostem mais nas suas ideias empreendedoras.

No final do encontro, os vereadores colocaram a comissão à disposição para ouvir iniciativas da empresa em prol da cidade. 

Texto: Munique Freitas (estagiária de Jornalismo)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154) 

Tópicos: Estúdio de Música4º DistritoFábrica do Futuro