- Atualizada em 09/11/2017 17:56

Gentrificação é tema de exposição fotográfica na Câmara

  • Exposição do Jornal Sul 21 "Gentrificação" - fotografia.
    Mostra fica até 24 de novembro no térreo do Legislativo da Capital(Foto: Candace Bauer/CMPA)
  • Exposição do Jornal Sul 21 "Gentrificação" - fotografia.
    As imagens foram clicadas por fotógrafos do site Sul21(Foto: Candace Bauer/CMPA)

Do escravizado Areal da Baronesa à Ilhota da década de 1960. Da Vila Tronco com as "magníficas obras da Copa" revelando as redes de esgoto, à Vila Dique, cujos moradores caminham dez quilômetros até o posto de saúde mais próximo. Porto Alegre estaria vivendo os resultados da gentrificação, mascarada como "renovação", que exclui e ignora aqueles que lutam por um espaço ao centro, como atesta uma exposição fotográfica em cartaz na Câmara Municipal de Porto Alegre.

Gentrificação é um termo adaptado do inglês (gentrification) que define o fenômeno que atinge uma região ou bairro pela alteração das dinâmicas da composição do local, afetando a população de baixa renda local. Este é o tema da exposição, produzida pelo site Sul21, que permanecerá aberta à visitação até 24 de novembro, na Avenida Clébio Sória, no térreo da Câmara (Avenida Loureiro da Silva, 255), das 8 às 18 horas, com exceção do feriado do dia 15. A mostra conta com o apoio do gabinete do vereador Marcelo Sgarbossa (PT).

Além das imagens dos fotógrafos Guilherme Santos e Maia Rubin, a exposição apresenta um minidocumentário sobre processos de expulsão de comunidades em decorrência da especulação imobiliária (www.youtube.com/watch?v=V6afxqakGj0). O audiovisual e as fotos integram a série de reportagens especiais produzidas pela equipe do Sul21 (http://especiais.sul21.com.br/).

Na abertura da mostra, no dia 6 de novembro, ocorreu um debate com o tema Gentrificação: consequência ou objetivo?. Além do vereador Sgarbossa, a atividade contou com a participação da arquiteta Karla Maroso (Centro de Direitos Econômicos e Sociais); da vice-presidente do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB/RS), Clarice Oliveira; do sociólogo e professor da Ufrgs Milton Cruz; e de Fabiane Xavier, da Associação Comunitária e Cultural do Quilombo do Areal.

Texto: Maurício Macedo (reg. prof. 9532)
Edição: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)