Projeto

Proposta obrigatoriedade do ensino de espanhol na rede pública

Movimentações de plenário. Na foto, a vereadora Sofia Cavedon.
Sofia Cavedon é autora da proposta(Foto: Giulia Secco/CMPA)

Tramita na Câmara Municipal de Porto Alegre projeto de lei da ex-vereadora Sofia Cavedon (PT) que inclui o art. 178-A na Lei Orgânica do Município de Porto Alegre, tornando a Língua Espanhola disciplina de oferta obrigatória nos níveis fundamental e médio da rede municipal de ensino. “Cabe salientar que o espanhol é a língua oficial de 21 países, sendo a segunda língua mais falada no mundo, com 5,85% da população mundial, ficando atrás apenas do mandarim, falado por 14,1% da população mundial”, atesta Sofia na apresentação da proposta.

Sofia lembra ainda que entre as características mais marcantes da história e da cultura rio-grandense está o forte vínculo com os países da bacia do Prata. “A maior parte da fronteira terrestre do Rio Grande do Sul é com a Argentina e com o Uruguai, mais do que o dobro de extensão da fronteira que temos com o estado de Santa Catarina. O estado do Rio Grande do Sul faz fronteira com dois dos cinco países do Mercosul”, destaca.

O projeto também traz dados que fortalecem a inclusão do ensino do idioma como o fato de que a Argentina é o segundo destino das exportações gaúchas, com 10,5% do total exportado pelo Estado, ficando atrás da China, com 30,1%, conforme dados do Atlas Socioeconômico do Rio Grande do Sul referentes ao ano de 2017. “Nas regiões de fronteira há intensa troca comercial entre o estado do Rio Grande do Sul, a Argentina e o Uruguai e, nos meses de verão, as praias gaúchas são destino de turistas dos países vizinhos. Portanto, o espanhol é uma língua com grande relevância para o estado.”

Texto: Lisie Venegas (reg. prof. 13688)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)