PLENÁRIO VIRTUAL

Derrubado veto a atendimento preferencial a portadores de fibromialgia

Retrato. Vereador Engenheiro Comassetto.
Vereador Engenheiro Comassetto (PT)(Foto: Débora Ercolani/CMPA)

Os vereadores rejeitaram hoje (29/6), em sessão extraordinária remota, o veto total ao projeto que garante atendimento preferencial aos portadores de fibromialgia. Foi apenas um voto favorável, o do líder do governo, e 33 contrários à manutenção do veto. Quando foi aprovada, no dia 16 de dezembro do ano passado, a proposta do vereador Engenheiro Comassetto (PT) já tinha recebido 26 votos favoráveis e  nenhum dos vereadores votou contra, apenas dois deles se abstiveram. Em suas razões para o veto, o prefeito considera a matéria meritória, mas que, ao obrigar a prefeitura a criar o programa, ela interferiria na gestão do município e das unidades de saúde. Nelson Marchezan Junior reclama, ainda, que a confecção de um cartão adesivo para identificar as pessoas com a doença demanda a criação de uma despesa para o município, inclusive, com a instalação de um banco de dados para administrar o sistema. Confira os pronunciamentos. 

  • Ver. Professor Alex Fraga (PSOL)

  • Ver. Aldacir Oliboni (PT)

  • Ver. Mônica Leal (PP)

  • Ver. Lourdes Sprenger (MDB)

  • Ver. Dr. Goulart (PTB)

  • Ver. Cassiá Carpes (PP)

  • Ver. Marcelo Sgarbossa (PT)

  • Ver. Adeli Sell (PT)

  • Ver. Engenheiro Comassetto (PT)