Solene

Grupo Epavi é agraciado com o Troféu Câmara

Sessão Solene de outorga do Troféu Câmara Municipal de Porto Alegre ao Grupo EPAVI - Empresa Porto Alegrense de Vigilância.
Proprietários do Grupo Epavi exibem troféu e certificado concedidos pela Câmara(Foto: Leonardo Cardoso/CMPA)

A Câmara Municipal de Porto Alegre realizou, na tarde desta terça-feira (17/12), sessão solene para a outorga do Troféu Câmara Municipal de Porto Alegre ao Grupo Epavi – Empresa Porto Alegrense de Vigilância Ltda.. A homenagem, proposta pelo vereador Mauro Pinheiro (Rede), foi prestada no Plenário Otávio Rocha, sede do Legislativo da capital gaúcha. O grupo, que tem a sua matriz em Porto Alegre, na avenida Amazonas, 1193, bairro São Geraldo, existe há 50 anos e é referência no mercado da vigilância no Rio Grande do Sul.

Mauro Pinheiro disse que o grupo tem um trabalho essencial no ramo da vigilância, somado às forças de segurança do município. O vereador revelou estar honrado por propor essa homenagem e que tem muita satisfação em estar concedendo o Troféu Câmara ao Grupo Epavi. O proponente apontou feitos da empresa, como a expansão por diversas cidades, o número de 15% do efetivo de vigilantes do Rio Grande do Sul, mais de 800 contratos já firmados com diversas empresas do setor financeiro e a formação dos seus funcionários pela Epavi Escola de Vigilantes. Oriundo também de uma pequena empresa, o vereador frisou que é muito difícil empreender no Brasil, país no qual a empresa já passou por todos os tipos de governos e crises financeiras e continuou em constante crescimento, enquanto, segundo o vereador, outros congelavam os investimentos. Ainda parabenizou todos os colaboradores e desejou vida longa ao grupo. “Que venham mais 50 anos”, desejou.

Os diretores-presidentes do Grupo Epavi, Silvio Renato Medeiros Pires e Wagner Luciano Santos Machado, falaram em nome da empresa. Pires disse ser uma honra fazer parte de um momento tão especial. “Esse país precisa de empreendedores, alguns nos chamam de loucos, mas nós apostamos no nosso pais. Produzimos e empregamos, mesmo sendo muito difícil produzir e empreender nesse país.” Pires contou que está na Epavi desde 1990 e adquiriu-a em 1995, completando, em 2020, 25 anos na linha de frente da empresa, que tinha apenas 40 funcionários quando os dois sócios assumiram o comando. O empresário exaltou um prêmio concedido pelo Grupo Amanhã, em Curitiba, que colocou a Epavi entre as 500 maiores empresas do sul do Brasil. “Nunca atrasamos um dia de salário aos nossos colaboradores”, completou.

Machado disse estar honrado em receber a distinção e lembrou que a Epavi “tem porto-alegrense no nome e seguirá honrando-o”. A empresa, segundo Machado, acredita na importância da segurança e busca a excelência, tendo em vista os 95% de média de satisfação, apresentados durante o vídeo institucional da Epavi. O empresário revelou que trabalha ininterruptamente há 32 anos, na mesma sala com seu sócio, e que o sonho dos dois sempre foi “ter uma empresa consolidada que passasse de pai para filho”.

Estavam presentes na sessão o vice-presidente da Câmara, vereador Reginaldo Pujol (DEM), os vereadores Cassio Trogildo (PTB), Comandante Nádia (MDB) e Felipe Camozzato (Novo), o vereador suplente Giovane Byl (PTB), Renan Silva Pires, diretor executivo do Grupo Epavi, João Carlos Trindade, diretor da Epavi/SIS, Bianca Ferreira, gerente de recursos humanos do Grupo Epavi, Suzete Pinheiro, gerente de controladoria do Grupo Epavi, Shirlei Lorenzoni, funcionária mais antiga e mãe de Wagner Luciano Santos Machado, além de familiares e amigos dos sócios e colaboradores do Grupo Epavi.

Origens

O Grupo Epavi teve origem na Empresa Porto-Alegrense de Vigilância Ltda, a qual, por dificuldades financeiras, vendeu sua parte ao Grupo Epavi. Vieram então a Epavi Sis – Sistemas de Segurança Ltda –, que atende às demandas de tecnologia de segurança, a Uniserv, que atua na área de facilities, a Epavi locadora de veículos, a Epavi corretora de seguros, a Epavi Segurança e a Matrix Segurança, que atua em segurança presencial.

O conglomerado, fundado em 4 de agosto de 1969, possui mais de 8 mil colaboradores e tem 15% de todo o efetivo de vigilantes na área da segurança gaúcha. Conta com oito escritórios regionais no Estado, além de estar presente também em Santa Catarina e Paraná.

O grupo possui, aproximadamente, 800 contratos com empresas de grande parte do setor financeiro, com bancos e corretoras de valores. O Grupo Epavi conquistou, em julho de 2019, o selo Great Place to Work, sendo a única empresa de segurança gaúcha a conquistar este certificado.

Texto

Rian Ferreira (estagiário de Jornalismo)

Edição

Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)