Pesar

Morre, aos 84 anos, ex-vereador Ibsen Pinheiro

Período de Comunicações - Homenagem aos cinquentenário do Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB. Na foto: Deputado Estadual e presidente Estadual do PMDB Ibsen Pinheiro
Ibsen Pinheiro começou sua trajetória política na Câmara de Porto Alegre nos anos 70(Foto: Guilherme Almeida/CMPA)

O ex-vereador e ex-deputado gaúcho Ibsen Pinheiro faleceu na noite desta sexta-feira (24/1), aos 84 anos de idade. Ele  fazia um tratamento de saúde no Hospital Dom Vicente Scherer, na Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, quando teve uma parada cardiorrespiratória. O velório ocorre das 9h às 16h deste sábado (25/1) na Assembleia Legislativa, em Porto Alegre.

Filiado ao MDB do Rio Grande do Sul, Ibsen Pinheiro começou na política ao se eleger vereador por Porto Alegre em 1972, com a maior votação (cerca de 16 mil votos), exercendo mandato entre 1973 e 1974, e depois voltou à Câmara Municipal em 2004. Em 2006, novamente se elegeu deputado estadual.

Em 1978, consquistou pela primeira vez o posto de deputado estadual, sendo deputado federal por quatro legislaturas, entre 1983 e 2011. Durante o processo de impeachment do então presidente da República Fernando Collor de Mello, em 1992, Ibsen era o presidente da Câmara dos Deputados. O parlamentar também integrou a Assembleia Nacional Constituinte, que debateu e elaborou a Constituição de 1988. Ibsen era jornalista, advogado e atuou como promotor e procurador da Justiça, além de ter sido presidente do Sport Club Internacional.

Ao lamentar o falecimento do ex-colega, o presidente da Câmara, vereador Reginaldo Pujol (DEM), destacou a grandeza de Ibsen Pinheiro como homem público. "Mesmo estando sempre em situações opostas, tanto na política quanto no futebol - eu era da Arena e ele, do MDB; eu sou gremista e ele, colorado -, sempre tivemos uma relação tranquila, com posições divergentes mas respeitosas."

Texto

Assessoria de Comunicação / CMPA

Tópicos:Ibsen Pinheiro